{ 3 de maio de 2017 }

Falando um pouco sobre a vida

Certas vezes me disseram que a vida não era fácil, que tudo era difícil e não existia moleza em nenhum momento. Como eu era um criança/adolescente, achava que tudo isso era besteira e que tudo viria de mão beijada para mim. E ainda penso que isso era justificável pra mim naquela época, pois eu conseguia tudo facilmente. Passava nas provas sem estudar, passei em mais de dez vestibulares sem estudar, passei na área que eu queria - numa universidade federal - sem estudar também. Tudo era lindo e maravilhoso.

Entrei em Engenharia. Notas baixas, madrugadas acordado estudando e, mesmo assim, fui pra prova final em quase todas as cadeiras que cursei, reprovei em duas. Cansativo. Mas até aí tudo bem, pois é de conhecimento geral que quem cursa qualquer tipo de Engenharia está pedindo pelo suicídio social e, potencialmente, psicológico. Pra completar a tristeza, não entrei no curso específico que eu queria (difícil de explicar, mas pesquisem sobre cursos ABI - Área Básica de Ingresso).

Hoje acho que vivo infeliz. Estou em um curso que não quero, não tenho dinheiro, estou longe dos meus pais e dos meus amigos. Não tenho ninguém para contar meus problemas e desabafar (sei que os pais fazem esse papel, mas pra maioria é desconfortável - pra mim também).

Por sorte, sei que sou amado pela família e pelos meus amigos, assim como pelo Deus que creio e há reciprocidade da minha parte. Mas, mesmo assim, é difícil ver vários colegas se dando bem na vida, tendo sucesso no que fazem e pensar que, mesmo tendo sido um dos primeiros da minha turma. minha vida tá toda cagada e pior, eu estou todo cagado.

Hoje minha vida meio que se resume ao nada - no pessoal, pois não tenho beleza física, minha inteligência está se esvaindo nas salas da faculdade e não sei o que fazer. Quero acreditar que tudo isso é só uma fase ou até mesmo uma provação para que eu tenha mais força de vontade, MAS É DIFÍCIL, SABE?

Hoje as nunca opções que encontro na minha cabeça são: chorar ou dormir? Resolvi vir aqui, como um amigo que não se vê faz tempo.

No fim, só com o objetivo de dizer que realmente nada é fácil na vida. E como diz a música "Epitáfio", dos Titãs, eu poderia, eu queria, eu deveria ter feito mais com relação a algumas coisas. Queria ter mais amigos, que as pessoas que me conhecessem me amassem e tals. Pode parecer só um ego muito inflado, mas acho que aprovação social é algo que todos buscam, apesar de não considerar que seja uma das questões mais importantes.

Escrevendo este texto, percebo que minha solução possa ser conversar com alguém, acho que seja a pessoa que mais me amou. Se você O conhece, sabe de quem eu estou falando. Mas acho que antes vou chorar um pouco.

Nenhum comentário

Postar um comentário